Entradas populares

miércoles, 12 de diciembre de 2012

e tu? Tens a tua estrela azul?

BEM-VINDOS AO APAIXONANTE MUNDO DE LETRAS PRECIOSAS E IMAGENS ENCANTADORAS, SEJAM LEITORES, OBSERVADORES, CRÍTICOS E PALAVRÓFILOS, LEIAM, LEIAM, LEIAM. MESMO QUE UM PROVÉRBIO POPULAR SÉRVIO DIGA QUE "A CABEÇA É MAIS VELHA QUE O LIVRO", ISTO É QUE O PENSAMENTO É MAIS ANTIGO QUE A ESCRITA, LEIAM, ISSO AGUÇA O ESPÍRITO, ENRIQUECE O VOCABULÁRIO E A ALMA, DESPERTA A CURIOSIDADE E FAZ VOS PALAVRÓFILOS CURIOSOS TAMBÉM...
Plava zvezda
Miroslav Antic


Iza suma,iza gora,
iza reka ,iza mora,
zbunja, trava,
opet nocas tebe ceka
cudna neka zvezda plava.

Cak i ako ne verujes,
probaj toga da se setis.
Kad zazmuris i kad zaspis,
ti pokusaj da je cujes,
da odletis,
da je stignes i uhvatis
i sacuvas kad se vratis.

Ali pazi: ako nije
sasvim plava, sasvim prava,
mora lepse da se spava:
da se sanja do svitanja.

Mora dalje da se luta.
Tristo puta.
Petsto puta.

Mora dugo da se nadje.
Treca.
Peta.

Mora u snu da se zadje
na kraj sveta.

I jos dalje iza kraja:
do beskraja.

Mora biti takve zvezde.
Sto se cudis.
Pazi samo da je negde
ne ispustis dok se budis.

Jednog dana,
jedne noci,
ne znam kada, ali znam tacno,
izgledace nebo bez nje
tako prazno, tako mracno.

I sva sunca,
sve lepote
i sve oci sto se jave,
nikad bez nje nece biti
sasvim tvoje sasvim prave.

Ja ti necu reci sta je
ova zvezda cudna, sjajna.
Kad je nadjes - sam ces znati.
Sad je tajna....
Estrela azul Miroslav Antic
 Detrás dos bosques, detrás dos montes,
detrás dos rios, detrás dos mares
arbustos, ervas
outra vez esta noite está à tua espera
uma estranha azul estrela.
Mesmo se não acreditas
tenta recordá-lo
ao fechares os olhos e adormeceres
tu tenta escutá-la
tenta voar
alcançá-la e apanhá-la
i ao voltares guardá-la.
Mas, cuidado: se não é
toda azul, toda verdadeira
deve dormir-se da mais bela maneira
sonhar-se até ao amanhecer.
Deve mais longe deambular-se
trezentas vezes,
quinhentas vezes.
Deve outra coisa encontrar-se.
Terceira.
Quinta.
Deve no sonho entrar-se
no  fim do planeta.
E mais longe detrás do fim
até eo sem fim.
Deve haver tal estrela
Por que te estranhas
mas cuidado para não a deixares cair
quando acordas.
Um dia,
uma noite
não sei quando, mas sei ao certo
parecerá o céu sem ela
tão escuro, tão deserto.
E todos os sóis
todas as belezas
e todos os olhos que aparecerem
nunca serão sem ela
todas tuas todas verdadeiras.
Eu não te direi o que é
esta estrela estranha luminosa
quando a encontrares, sozinho sabarás
agora é misteriosa..
 Tradução:
Anamarija Marinovic